Multiplasingularidade

Um espaço singular e coletivo sobre o que é meu e que também diz respeito aos outros. Onde irei compartilhar os passos nessa trajetória que estou experienciando.

Descobrindo a direção

A leitura da dissertação que citei no post anterior me fez pensar muitas coisas, idéias e questionamentos, além de ter me dado um gosto pela leitura que há muito tempo já não tinha.

Uma citação a respeito de uma clínica a partir da esquizoanálise que me fez pensar bastante é esta: “Inventar programas experimentais junto com o paciente para a criação de novas territorialidades existenciais, deixando-lhe claro que a clínica é um encontro a ser compartilhado, que não existem curas milagrosas e que o analista não é uma espécie de intermediário ou atravessador que sabe algo sobre ele que ele não sabe, algo que só pode ser descodificado por um regime de signos ao qual apenas o analista teria acesso.”(pag 20)

Gostei principalmente quando fala da clínica ser um encontro compartilhado, colocando o sujeito como ativo nesse processo. E também do caráter flexível de experimentar, inventar possibilidades junto com ele.

Tiveram inúmeras outras partes que achei interessantes por isso não terei como citá-las aqui, mas o importante foi que essa leitura foi decisiva na escolha que fiz por trabalhar com o referencial esquizoanalítico no meu estágio em clinica. Não somente pelos conceitos e ideias encontrados, mas sim pelas possibilidades de experimentar, de criar através do que esse sujeito trás.

Li a dissertação muito empolgada e escrevi isso no “calor da hora”:

A impressão que tenho ao ler tudo isso é que eu estava tentando fazer um caminho inverso um retrocesso como se buscasse algo firme uma tabua para me segurar e sentir-se segura (teoria).

E ao mesmo tempo me sinto maravilhada, com todas essas possibilidades, aliviada por saber disso, da existência de outros caminhos. Eu não preciso ler todos os livros do Freud e decorar seus conceitos tentando entende-los e aplicá-los sem concordar com essas idéias. Que frustração eu teria se me preparasse lendo todos eles e nada conseguisse fazer.

Além dessa leitura e de outras que fiz sobre o tema algumas dicas foram muito importantes na hora de fazer minha escolha…

Teria muitos detalhes para escrever sobre esse tema que não cabem à este espaço.

Termino aqui e sigo em um caminho de Clínica e Crítica!


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: