Multiplasingularidade

Um espaço singular e coletivo sobre o que é meu e que também diz respeito aos outros. Onde irei compartilhar os passos nessa trajetória que estou experienciando.

Encontro de Afectos

São 04:47 da manhã e faz muito frio aqui em Santa Maria – RS, imagino que uns 3 ou 4º, estou com gripe, mas mesmo assim pulei da cama, esperei o computador reiniciar 3 vezes e comecei a escrever. Acordei nesse horário atípico e senti vontade de dividir o que está me passando pela cabeça. Ontem tive  um encontro que me movimentou, diria hoje que me afectou de uma maneira bem intensa. Encontrei outras pessoas, por aqui que tem estudado e pensado coisas parecidas e também coisas diferentes das que tenho estudado e pensado, parecia um grupo de estudo sobre esquizoanálise quando me foi descrito no primeiro momento, mas depois percebi que uma definição, um rótulo assim não cabe a um espaço assim, outros conteúdos passam por entre os dedos, agenciando-se em uma rede que se constrói. É um grupo sobre a vida, como me disseram.

Senti vontade de dividir por aqui além disso, também algumas coisas que me movimentaram esse encontro. O texto desse dia era O corpo, a Potência e os Afectos segundo Spinoza, escrito por uma Fisioterapeuta Paula Godoy, e um filme sobre a vida de Spinoza. Até ontem não havia entrado em contato com nenhuma ideia dele, apesar de achar muito familiar seus conceitos. Prentendo em outro post falar melhor desse texto. Agora gostaria apenas de dizer o quanto esse encontro me fez pensar. Uma coisa que achei interessante, foi uma visão sobre a potência dos usuários de crack, apesar de eu entrar em contato a 1 ano e meio com eles, através do estágio no CAPS, ainda não tinha pensado sobre a potência que eles tem, e nem sobre a potência de seus corpos de resistirem a um uso tão pesado algumas vezes. Claro digo que nunca havia pensado sobre a potência, mas percebo toda a equipe trabalhando em cima dessas potências.

Agora vou terminar de dormir…

Anúncios

2 Comentários

  1. Puxa guria, com um frio desses, e você produzindo textos tão lindos, parabens, gostei da produção de produção, e o Spinoza é muito interessante tbem, vou aguardar e me deliciar com seus estudos e encontros, conta mais…, bjs.

    • Pois é Sidney se fosse ver por outro ângulo diria que acordar a essa hora para escrever poderia ser até patológico… mas me faz bem!
      Obrigada pelo comentário e logo logo posto sobre o texto do Spinoza.
      Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: